Categorias

O pterígio volta? Principais dúvidas

Quarta, 29 de Agosto de 2018

Pterígio: O que é, como prevenir e tratamentos

Quarta, 22 de Agosto de 2018
O que é pterígio?É uma lesão benigna caracterizada pelo crescimento de uma “pele esbranquiçada” sobre o olho. Popularmente conhecida como carne crescida no olho, o pterígio é composto de um

Toxoplasmose: sintomas, tratamento e prevenção

Domingo, 05 de Agosto de 2018
Conhecida também como a doença das fezes do gato, a toxoplasmose(CID10 - B58) é um problema de saúde sério e mais comum do que se imagina. De acordo com o Center for Disease Control and Preventio

Conjuntivite: Prevenção e Tratamento

Terça, 12 de Dezembro de 2017
Acordar com sensação de presença de areia nas pálpebras e cisco nos olhos, globo ocular avermelhado, coceira, secreção e dificuldade em abrir os olhos são sintomas conhecidos da conjuntivite. A

Insuficiência Cardíaca - O que você precisa saber

Terça, 12 de Dezembro de 2017
O que é?A insuficiência cardíaca (IC) é uma doença cardiovascular na qual o coração fica incapacitado de bombear sangue em quantidade suficiente para suprir as necessidades do organismo. O bomb

Corrimento Vaginal

Terça, 12 de Dezembro de 2017
O corrimento vaginal é uma queixa comum entre as mulheres, principalmente em idade fértil. Ele é caracterizado pela eliminação de líquido (não sangue) através da vagina, podendo estar associad

Astigmatismo: sintomas, causas, diagnóstico e tratamento

Terça, 12 de Dezembro de 2017
O astigmatismo é um erro ocular refrativo, no qual a imagem não atinge a retina em um único ponto focal, mas sim, em duas linhas focais separadas. Isso é provocado pela assimetria da córnea, do c

Principais cuidados que devemos tomar com as lentes de contato

Terça, 12 de Dezembro de 2017
As lentes de contato evoluíram e se tornaram cada vez mais importantes, trazendo grandes benefícios para os que necessitam de correção visual. Elas corrigem muitos defeitos de refração, proporci

Miopia: sintomas, causas, diagnóstico e tratamento

Terça, 12 de Dezembro de 2017
A miopia é uma doença ocular caracterizada pela dificuldade de enxergar à distância. Isso ocorre por que o olho míope é mais longo do que o normal e dessa maneira, o foco visual é formado antes

Câncer de pele

Terça, 12 de Dezembro de 2017
O que é?O câncer de pele é uma doença que resulta do crescimento descontrolado (anormal) das células da pele, que se multiplicam rapidamente podendo gerar tumores. O câncer de pele é mais

Jejum intermitente

Terça, 12 de Dezembro de 2017
Nosso organismo necessita de energia para realizar as diversas reações químicas responsáveis pelo funcionamento adequado do corpo. Essa energia que é chamada de glicose é obtida através da alim

Pílula anticoncepcional

Terça, 12 de Dezembro de 2017
A pílula oral é um tipo de anticoncepcional hormonal utilizado por muitas mulheres, com a principal finalidade de prevenir a gravidez. Ela é a primeira opção entre os métodos anticoncepcionais e

Cuidados para deixar a pele do rosto mais bonita e saudável

Terça, 12 de Dezembro de 2017
A aparência “perfeita” da pele, principalmente a do rosto é o sonho da maioria das pessoas. Uma pele bonita não é apenas questão de beleza, mas também de autoestima e bem estar. Fatores gen

Depressão: o que é, causas, sintomas, tratamentos

Terça, 12 de Dezembro de 2017
O desconforto de não ver possibilidades para o amanhã, tristeza, insônia, melancolia e falta de energia são alguns dos sinais de uma doença que assola grande parte da população: a depressão. S

Acne: tipos, tratamentos e prevenção

Terça, 12 de Dezembro de 2017
A acne é tão comum que às vezes esquecemos que ela é um tipo de doença dermatológica que pode causar sérios problemas não só de saúde física, mas também de saúde mental, pois pode comprom

Ceratocone

Terça, 12 de Dezembro de 2017
Ceratocone é uma doença progressiva da córnea na qual a baixa rigidez do colágeno permite uma protrusão e afinamento deste tecido, assumindo uma forma cônica (do grego: “kerato” significa c

Corrimento Vaginal

O corrimento vaginal é uma queixa comum entre as mulheres, principalmente em idade fértil. Ele é caracterizado pela eliminação de líquido (não sangue) através da vagina, podendo estar associado com doenças sexualmente transmissíveis ou não.

Pode ser classificado em secreção fisiológica e corrimento patológico.


Secreção fisiológica

A secreção vaginal é uma resposta fisiológica que resulta da eliminação de muco cervical e descamação vaginal e possui cor clara ou branca, podendo variar na quantidade e no aspecto, dependendo do período do ciclo menstrual.


Corrimento patológico

O corrimento patológico geralmente origina-se através de um processo inflamatório ou infeccioso, no qual as características de secreção são totalmente alteradas, com mudança na cor, cheiro e consistência.

                                

Sinais e sintomas do corrimento patológico

1.   Ardência vaginal;

2.   Coceira;

3.   Secreções de várias tonalidades com odor;

4.   Desconforto ou dor durante o ato sexual;

5.   Dificuldade e dor para urinar.


Causas e fatores de risco:

Os principais fatores associados à ocorrência de corrimento vaginal patológico são:

·        Doenças sexualmente transmissíveis (DST), como herpes simples, gonorreia e clamídia;

·        Infecções como candidíase, vaginose bacteriana e vaginite;

·        Gravidez;

·        Câncer;

·        Condições dermatológicas;

·        Múltiplos parceiros sexuais;

·        Relação sexual sem uso de preservativo.

Em mulheres grávidas, quando associado às DST, o corrimento vaginal pode causar graves danos à saúde da gestante e do bebê como, por exemplo, prematuridade e baixo peso ao nascer, inflamação das membranas fetais e do endométrio.


Diagnóstico

Para diagnosticar o corrimento vaginal é importante realizar exames periódicos com um médico ginecologista e investigar a duração dos sintomas e episódios anteriores do problema. Além disso, é necessário prestar atenção em sinais como:

·        Histórico da paciente;

·        Fase do ciclo menstrual, duração, cor e odor;

·        Histórico da atividade sexual;

·        Odor durante a menstruação ou depois da relação sexual;

·        Presença de doenças;

·        Uso de medicamentos;

·        Uso de cosméticos e sabonetes.

Tudo isso pode auxiliar no diagnóstico e no tratamento adequado do corrimento vaginal.


Tratamentos

O corrimento vaginal pode ocorrer devido a múltiplos fatores e é importante estabelecer a causa do corrimento para que o tratamento seja adequado. O médico ginecologista tem papel fundamental neste tratamento, assegurando que a paciente receba a terapia mais efetiva. Geralmente o corrimento pode ser tratado com remédios antifúngicos ou antibióticos, que podem ser tomados na forma de comprimidos ou aplicados sobre a região na forma de pomada, e cremes de estrogênio para a vaginite.



Como evitar o corrimento vaginal

Para evitar infecções e doenças vaginais que podem causar corrimento patológico é importante:

·        Manter boa higiene íntima (1 a 2 vezes por dia);

·        Usar calcinha de algodão;

·        Não usar protetor absorvente diário;

·        Evitar o uso de lenços umedecidos ou papel higiênico com perfume;

·        Evitar esfregar muito a região íntima;

·        Usar preservativo nas relações sexuais;

·        Fazer exames ginecológicos periodicamente.