Sobre

A Iridotomia Yag Laser, também conhecida como Iridectomia Yag Laser, é um procedimento médico oftalmológico para a regulagem da pressão intraocular. Esse procedimento simples faz com que o humor aquoso, um líquido produzido para a nutrição da córnea e do cristalino, não acumule e nem cause pressão entre as câmaras anterior e posterior dos olhos.


Atualmente a iridotomia é um dos mais importantes procedimentos para prevenção e tratamento do glaucoma de ângulo fechado.


O glaucoma agudo é uma urgência oftalmológica, pois se não tratado pode levar à cegueira em poucos dias. Os sintomas são dor ocular muito forte e visão embaçada.


Quando deve ser feita?

O ideal é que no exame oftalmológico seja avaliada a profundidade da câmara anterior. Algumas pessoas têm predisposição anatômica para o fechamento angular e tem como causas a hipermetropia, nanoftalmo, catarata e uveíte, por exemplo.


Quando ocorre o fechamento do ângulo irido corneano, é necessário realizar a iridotomia a laser para recuperá-lo evitando o glaucoma.


Portanto, pacientes que apresentam quadros de fechamento angular, como no glaucoma, hipermetropia, nanoftalmia, catarata e uveíte, são orientados a realizar o procedimento.


Como é feita?

A Iridotomia Yag Laser consiste em fazer um pequeno furo na periferia da íris com laser Yag, facilitando a passagem do humor aquoso através da íris evitando o acúmulo desde dentro do olho diminuindo a pressão intra-ocular.


Esse procedimento é simples, rápido e, com o auxílio de colírio anestésico, indolor, sendo realizado em ambulatório clínico e o paciente é liberado logo em seguida.


Preparo

Esse procedimento é isento de preparo específico, porém é importante que o paciente esteja acompanhado de um adulto maior de 18 anos, caso necessite de auxílio para locomoção no retorno para casa.

Pós-Procedimento

O pós-procedimento de iridotomia é, habitualmente, isento de complicações com uma recuperação rápida e sem convalescença. Podendo haver, em alguns casos, um desconforto durante procedimento e embaçamento visual nas horas subsequentes.


Colírios podem ser indicados para controle da dor e inflamação. O paciente deve utilizá-los corretamente, conforme prescrição médica.


O retorno às atividades se dá no dia seguinte.


Contraindicação

É extremamente importante uma avaliação médica criteriosa para a indicação correta do procedimento. Por isso, é fundamental executar a iridotomia a laser em ambiente bem preparado e com um profissional qualificado.

Nossos especialistas

Dr. Keiti Shirasu

Graduação em Medicina

Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE


Residência em Oftalmologia

Universidade Estadual Paulista - UNESP


Especialista em Córnea, Ceratocone e Catarata

Banco de Olhos de Sorocaba - BOS


Experiência Clínica e Cirúrgica

8 anos / +1500 cirurgias

Dr. Rodolfo Crivari

Graduação em Medicina

Pontifícia Universidade Católica (PUC-PR)


Especialização em Oftalmologia

Faculdade Evangélica do Paraná


Subespecialização em Segmento Anterior

Hospital de Olhos do Paraná


Experiência Clínica e Cirúrgica

5 anos

Compartilhe

Whatsapp